top of page

Colunista

foto.jpeg

MÃE LELÊ | sacerdotisa de umbanda

Mãe Lelê, Leizimar G. da Costa e Silva, está na Umbanda há mais de 50 anos.  Foi consagrada como sacerdotisa de Umbanda no dia 23 de abril de 2011 no Centro Espírita São Jorge de Ronda, fundado em 1975 por sua mãe carnal, D. Lais, e também sua mãe na Umbanda.  E sendo assim, valoriza o lugar de onde veio; lugar onde construiu a sua identidade e aprendeu a viver e a conviver com o sagrado de forma respeitosa e livre. Fundou a Casa da Jurema, terreiro de Umbanda localizado na cidade de Niterói, inaugurada em 12 de outubro de 2015. Terreiro de Umbanda preta que defende os princípios humanísticos e os valores éticos da vida em comunidade, de acordo com a cosmovisão dos nossos ancestrais e antepassados que vieram escravizados para o Brasil e também dos primeiros habitantes desta terra, os povos indígenas. Como sacerdotisa de Umbanda, procura transmitir todo o legado aprendido com a sua mãe, assim como os saberes que foi construindo ao longo de seu percurso no terreiro, para o grupo de médiuns da Casa da Jurema.  É professora (aposentada) de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira, com mestrado em Letras - Língua Portuguesa, pela  UFF. Também fez especialização em Educação de Jovens e Adultos – PROEJA-  pelo Centro  Federal de Educação Tecnológica de  Química  de Nilópolis, local em que também atuou como professora. Em sua trajetória de 30 anos pelo magistério, lecionou do Ensino fundamental ao Ensino Superior em unidades públicas de ensino, lutando e primando sempre por uma educação de qualidade para todos. Foi também corretora de redação do vestibular da UFF, UERJ, ENEM e outras instituições.

Conteúdo recente

feira.jpg

Os festejos e encontros de Terreiros de Umbanda nas cidades do Rio de Janeiro e Niterói

Conteúdos anteriores

feira.jpg

Os festejos e encontros de Terreiros de Umbanda nas cidades do Rio de Janeiro e Niterói

feira.jpg

Benzedeiras e Rezadeiras

feira.jpg

Para além de uma simples leitura do hino da Umbanda

Redes Sociais de Mãe Lelê

bottom of page