top of page

O racismo religioso disfarçado de proteção às crianças

Por: Babalorixá Daniel Pereira


Foto: Roger Cipó

18/06/2024 | 18:43


"Será que uma criança está pronta para assumir essa responsabilidade?"

"E o direito de escolha dela?"

"Eu não concordo com a iniciação de uma criança no candomblé. Acho tão pesado..."

Quem de candomblé nunca ouviu uma, mais de uma ou todas estas frases acima?

Interessante é saber que muitos só se importam com a criança de religião de matriz africana e essa preocupação não se aplica às crianças de outras vertentes religiosas. Isso me soa, no mínimo estranho.



À vocês, pessoas "preocupadas unicamente com o bem-estar das crianças", eu preciso lhes dizer que, a sua preocupação seletiva tem um motivo: racismo. Sim, já que sua preocupação só se aplica a uma religião preta, o que te move é a intolerância religiosa, também chamado de racismo religioso.


Vivemos num país onde uma adolescente foi tirada do convívio familiar, arbitrariamente, por denúncia de maus tratos feita por parentes evangélicos, unicamente por ter se iniciado no candomblé, com a anuência do pai e da mãe. Até quem deveria garantir um direito constitucional da livre profissão de fé, no caso o Conselho Tutelar, agiu de acordo com a confissão religiosa dos conselheiros.


No candomblé, a criança é tão criança quando as crianças de qualquer outra religião. Só que não é ensinado a ela que orixá vai puni-la por ser quem é.


Você que aplaude a menina-pastora, mas torce o nariz ao ver uma criança com indumentárias do candomblé, deixe de hipocrisia.


A máxima é: o que é bom pra mim, é bom para os meus filhos. Deixem nossas crianças de terreiro em paz!!!


Muitos daqueles que criticam NUNCA puseram os pés num terreiro. Ah, e não queiram usar casos isolados como se fossem regra. Dá uma googlada aí nas crianças molestadas por pedófilos em outras confissões religiosas veja e se há campanha para que elas deixem de frequentar seus templos. Não se esqueçam que até o papa veio à público pedir desculpas pelas atrocidades cometidas pelos seus sacerdotes.


Repito: deixem nossas crianças de terreiro em paz!



Babalorixá Daniel Pereira - AxéNews

Babalorixá Daniel Pereira

Daniel Pereira é graduado em Licenciatura Plena em Educação Infantil e nas Séries Iniciais do Ensino Fundamental pela Universidade de São Paulo (USP) e mestrando em Educação pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).... [+ informações de Babalorixá Daniel Pereira



Rede Social do Babalorisa Daniel Pereira:


Telefones: 11 99185-4933

コメント


logo1.jpg
  • Instagram

Notícias e conteúdos do Axé

bottom of page