top of page

MPF e escola de samba iniciam projeto 'Portela por Direitos', na quadra da agremiação, em Madureira

Rodas de conversa vão tratar de direitos humanos e temas como a intolerância religiosa

15/06/2023 | 19:08


O Ministério Público Federal (MPF), por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), firmou parceria com o Grêmio Recreativo e Escola de Samba Portela para promover rodas de conversa sobre direitos humanos no Rio de Janeiro (RJ). O projeto Portela por Direitos será realizado pela PRDC e pelo departamento de Cidadania da escola de samba a partir de junho.




Os encontros serão realizados na quadra da escola e pretendem discutir temas relacionados à efetivação de direitos humanos e permitir a discussão e a mobilização da comunidade por direitos, mediante a organização, debate e criação de iniciativas para a sua efetivação.


A primeira edição do projeto será realizada no próximo dia 17, às 9h, com o tema Racismo Religioso: Samba e Curimba na Jurisdição, que tratará dos impactos da intolerância religiosa. No evento, serão debatidas a importância da liberdade religiosa e as implicações criminais do discurso discriminatório de ódio às comunidades religiosas de matriz africana, bem como a importância da diversidade cultural.


Além disso, a roda pretende construir iniciativas que previnam a violação de direitos dos terreiros e cultivem uma cultura de paz e respeito às religiões. “Nós acreditamos que as escolas de samba são instituições fundamentais na circulação de saberes e entendemos que a PRDC deve estar em constante interação com elas, de modo a fortalecer a luta e a mobilização por direitos”, afirmam os procuradores regionais dos Direitos do Cidadão Jaime Mitropoulos, Julio Araujo e Aline Caixeta.



1ª edição do projeto Portela por Direitos

Roda de conversa Racismo Religioso: Samba e Curimba na Jurisdição

Data: 17/6

Horário: 9h

Local: Quadra da Portela, na Rua Clara Nunes, nº 81, Madureira, Rio de Janeiro


Fonte: MPF




🔻 Este conteúdo gerou valor para você?

Apoie o nosso jornalismo livre, independente e de qualidade.

Com sua contribuição, você nos ajuda a fortalecer nossa plataforma que é totalmente comprometida com as nossas comunidades de terreiro.



Comments


logo1.jpg
  • Instagram

Notícias e conteúdos do Axé

bottom of page